Viajar de A para B – Parte 2

Uma viagem é feita de escolhas e a viagem de A para B também.

Mesmo que seja feita de apenas uma escolha.

Se não houver escolha não existe movimento e mesmo assumir que se quer ficar parado é também por si só uma escolha.

Existem várias formas que nos levam a escolher..

  • Escolhas mecânicas ou por impulso. Escolhemos por hábitos e pelo instinto.
  • Escolhas Sensoriais. Escolhemos pela cor, formato, textura, cheiro e paladar da situação.
  • Escolhas emocionais. Escolhemos pelas memórias que agradáveis ou desagradáveis que esta escolha  representa.
  • Escolhas intelectuais. Por aquilo que se ouve ou lê e muito pouco por aquilo que se experiência.
  • Escolhas sociais. Pensamos nos outros e escolhemos de acordo com o que é socialmente correto ou que está na moda.
  • Escolhas ideológicas. Escolhemos segundo preceitos ou dogmas impostos pela religião, pelo partido, pela empresa, pelo guru.

Caminhar de A para B inclui encontrar a melhor forma de lidar com estas possibilidades. e o B não é talvez o mais importante, mas sim o tomar contacto com todas as escolhas possíveis a cada passo.

E para si? qual é a viagem de A para B que neste momento investe o seu tempo e que faz sentido?

Envie-me um email ou partilhe abaixo.

13 Partilhas


Subscreva

Ao subscrever o nosso blog, para além dos artigos e das nossas divulgações, oferecemos-lhe nos próximos 15 dias um programa de regeneração diário.

Comece hoje, um caminho dedicado a si.

Conheça os nossos cursos

Regenerar app

Chi Kung Fundamentos

Astrologia do Ki das 9 Estrelas

3 thoughts on “Viajar de A para B – Parte 2”

  1. Alexandra de Oliveira

    Olá 🙂 as minhas são basicamente sensoriais. Estou sempre a ser atraida por cores, sons, cheiros e texturas. O mundo visual é fascinante com todas formas em conjunto com as cores e as texturas. A vida para mim é feita de pictogramas.
    Todas os fins de tarde qd regresso a casa medito nas suas mensagens que ajudam bastante a compreender a vida e me dão força para continuar a caminhada… obrigada

  2. Lisete Ferreira

    Neste momento, dentro do que me é permitido, é viajar de casa até à praia, cerca de 5km, uma escolha sensorial e emocional, fortemente apelativa por revigorar corpo, mente e alma|
    Idealmente preferia uma viagem que envolvesse muitos mais kms, para contactos com pessoas e lugares diferentes, até lá, vou aproveitando esta proximidade também ela tranquila e ídilica.
    Grata pela vossa partilha também ela sempre revigorante e inspiradora!
    Namasté
    Lisete

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *