Sair da Forma

FForma

No Chi Kung existem as formas. As Formas são as coreografias que podem ser estudadas pelo aluno, estas formas encerram potencial terapêutico quando praticadas regularmente.

O mesmo se aplica ao Yoga, Tai Chi, Meditação, Pilates…

Na culinária existem receitas que podem ser estudadas e que trazem benefícios quando consumidas e utilizadas segundo os preceitos que vêm no livro.

O mesmo acontece quando se utiliza robots de cozinha – sai sempre bem.

No entanto, de que servem as formas de Chi Kung sem o aluno ou as receitas sem o cozinheiro?

A continuidade da prática de quem ensina não passa pela mestria de ensinar formas, mas pela mestria de ensinar alunos.

Que, em última instância, passa também por quem ensina sair da sua própria forma e explorar o aluno que há em si.

Por mais assustador que isso possa ser.

Boas práticas.

Esta semana terminam as condições especiais de inscrição para os nossos cursos em Braga. Vamos já a caminho de mais um ano de casa cheia. Algumas vagas ainda disponíveis.

36 Partilhas


Subscreva

Ao subscrever o nosso blog, para além dos artigos e das nossas divulgações, oferecemos-lhe nos próximos 15 dias um programa de regeneração diário.

Comece hoje, um caminho dedicado a si.

Conheça os nossos cursos

Regenerar app

Chi Kung Fundamentos

Astrologia do Ki das 9 Estrelas

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *