A força de vontade e o medo

As dietas ou actividades que se baseiam na força de vontade ou as opções de vida que se baseia no medo são opções que num universo perfeito funcionariam sem qualquer impedimento ou maior desafio.

No entanto, existe um factor a ter em conta em todos os caminhos em que existe uma necessidade de constância e um certo grau de controle na direcção do que achamos que seria ideal:

A impermanência.

E resume-se essencialmente a isto:

Há dias que acordamos com menos força de vontade e outros que acordamos com menos medo.

E é neste dias que tudo muda.

Paradoxalmente é quando a exaustão de querer mudar à força colapsa e o cansaço se instala que uma mudança mais sustentável tem assim uma abertura para se manifestar.

Desta vez, no entanto, sem esforço e sem medos.

Boas práticas.

42 Partilhas


Subscreva

Ao subscrever o nosso blog, para além dos artigos e das nossas divulgações, oferecemos-lhe nos próximos 15 dias um programa de regeneração diário.

Comece hoje, um caminho dedicado a si.

Conheça os nossos cursos

Regenerar app

Chi Kung Fundamentos

Astrologia do Ki das 9 Estrelas

3 thoughts on “A força de vontade e o medo”

  1. Touja Cunha lopes

    Mas o medo bloqueia-nos,o medo provem da nossa ignorancia.
    A forca de vontade é como a luz que nos mostra o caminho a seguir,se nao tivermos forca de vontade a vida torna-se muito dificil para nos e para os que nos rodeiam,pode levar ao suicideo.
    Porem nos momentos dificeis se aprendermos a desbloquear as nossas energias,podemos ter acesso a novos paradigmas,tudo é possivel,é so querermos ,pois o pensamento cria

  2. Lourenco Azevedo

    No fundo a questão é esta as escolhas diárias não devem ser impostas e forçadas pelo medo ou uma vontade férrea – tudo isto consome demasiada energia – e mais tarde ou mais cedo vai colapsar se não formos ao fundo da questão.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *